Estrela de Romarinho brilha no primeiro jogo da final da Libertadores

Image

Por Charley Gima

Romarinho parece ser um atacante predestinado. Recém contratado pelo Corinthians, balançou a rede duas vezes no domingo contra o arqui rival Palmeiras, quando foi titular do time pela primeira vez, e marcou novamente no empate do Corinthians contra o Boca Juniors na Bombonera, entrando no final do segundo tempo e resolvendo as coisas para Tite.

O Corinthians mostrou que não tem nada demais, assim como o Boca. Foi um jogo burocrático, sem muitas intervenções dos goleiros, tamanha a mediocridade dos atacantes. Vez por outra Riquelme colocava ordem no ataque argentino, mas as chances eram desperdiçadas. Chicão levou muita sorte no gol do Boca, já que ele meteu a mão na bola para evitar o gol e não foi expulso.

O empate foi justo, apesar do susto do Corinthians quando o Boca mandou uma bola no travessão já no final da partida. Fora o gol do Romarinho o time brasileiro não deu trabalho aos argentinos.

Será que Romarinho vai conseguir dar ao Corinthians o título que nem Ronaldo Fenômeno, Adriano, Roberto Carlos e Tevez conseguiram dar? Ou será que o time vai sofrer um novo apagão no Pacaembu, como quando enfrentou o Tolima?

As respostas, meus caros leitores, só virão na quarta-feira que vem…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *