Mr. Big e Geoff Tate fazem a festa do Hard Rock em São Paulo

Mr-Big-Eric-martin-live-in-Brazil-FuteRock

Por Charley Gima/FuteRock

Mr. Big, junto com Geoff Tate fizeram a festa do Hard Rock no último sábado (19), em São Paulo, com as duas bandas tocando em uma casa cheia, mesmo tendo a “competição” de outro show internacional da noite, o Testament.

Geoff-Tate-live-in-Brazil-FuteRockGeoff-Tate-Felipe-Andreolli-live-in-Brazil-FuteRock

Geoff Tate, ex-vocalista do Queensryche, começou a noite com o pé direito, tocando na íntegra o álbumMontagem-Geoff-Tate-FuteRock Operation:Mindcrime, um clássico do Rock, você goste ou não de Queensryche. Acompanhado por uma ótima banda formada só por músicos brasileiros,  Léo Mancini (guitarra), Felipe Andreolli (baixo), Edu Cominato (bateria), Dalton Santos (guitarra) e Bruno Sá (teclado), Geoff Tate mandou ver e cantou muito! Apesar de anos de estrada, Geoff continua com muita potência e técnica vocal, apesar de pouca movimentação em palco, não só de Geoff, mas de todos os músicos, que tocaram certinho, mas ficaram muito estatícos, cada um no seu lugar.

Geoff Tate fechou o show com a famosa balada “Silent Lucidity” , que não faz parte de Operation:Mindcrime, mas que não tem como ficar de fora do set!

Mr-Big-Paul-Gilbert-live-in-Brazil-FuteRock

Era a vez de Billy Sheehan, Paul Gilbert, Eric Martin, Matt Star e Pat Torpey, mais conhecido como Mr. Montagem-Mr-Big-FuteRockBig, entrarem em ação! Os músicos entram calmamente no palco mas logo começam a tocar e agitam muito! Já na primeira parte do show pudemos ver a famosa cena de Paul Gilbert tocando a guitarra com a furadeira! Billy Sheehan é um show à parte! O cara viaja no seu instrumento e, mesmo parecendo fazer o que quer, está em sintonia com os demais músicos. Eric Martin canta muito e Matt Star leva a bateria de boa, enquanto o baterista original do Mr. Big, Pat Torpey, fica apenas na percussão e backing vocal.

Muitos hits passaram pelo palco, foi praticamente um “Best Of” do Mr. Big. É lógico que alguns fãs mais exigentes podem sentir falta desta ou aquela música, mas no geral foi um ótimo setlist, com um excelente show! Eric Martin arriscou algumas palavras em português e Sheehan também conversou com os fãs, de forma improvisada, quando no meio do seu solo de baixo, o som pifou! Sheehan disse que a primeira vez que tocou no Brasil tinha sido em Santos e que ainda se lembrava daquele dia com muito carinho! O cabo foi logo trocado e Sheehan voltou com tudo no seu solo.

O Mr. Big é uma banda um pouco subestimada no cenário do Rock mundial, mas sem dúvida alguma quem foi ao Tom Brasil não voltou pra casa decepcionado, pelo contrário, com certeza já espera o próximo show do Senhor Grande!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *