A classificação do Japão foi correta ou o regulamento precisa ser alterado?

Japao-polonia-copa-do-mundo-russia-2018-FuteRock

Por Charley Gima/FuteRock

A classificação do Japão foi correta ou o regulamento precisa ser alterado? A terceira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo de 2018, na Rússia, mostrou que um time pode deixar de procurar o gol e usar o regulamento para avançar de fase, mesmo perdendo, como foi o caso do Japão.

A Polônia, que já estava eliminada, venceu o Japão por 1X0, mas mesmo assim o time dos samurais passaram para as oitavas de final por um fato inédito: menor número de cartões amarelo. Senegal estava empatado em todos os quesitos anteriores, com o mesmo número de pontos, saldo de gols, gols pró e confronto direto, restando apenas o critério do Fair Play, ou seja, menor número de cartão amarelo, para definir quem passava de fase e quem era eliminada.

Foi um risco que o Japão correu, mas nos últimos minutos da partida abdicou totalmente do ataque, tocando a bola de lado, fazendo o tempo passar. Vale lembrar que a mesma postura foi adotada entre Dinamarca e França, que empataram em 0x0, resultado que classificou os dois times para as oitavas de final da Copa da Rússia.

Quer aprender sobre SEO e ver seu site nas primeiras páginas de busca do Google? Clique aqui

Não é a primeira vez, e com certeza não será a última que um time jogará com o regulamento embaixo do braço. Mesmo sendo uma atitude feia, não podemos considerar como uma atitude antidesportiva, afinal um time jogar com o fator regulamento a seu favor é algo natural, em qualquer competição. Todo campeonato no formato Copa este artifício é utilizado, em baixo ou alto grau.

Na sua opinião, o que é mais antidesportivo: abdicar de atacar, tocar a bola de lado e deixar o tempo correr, com a bola em jogo, ou simular faltas, lesões, agressões e retardar lateral e tiro de meta? Em todas estas situações os jogadores fazem isso usando o regulamento a seu favor.

Será que seria hora de mudar o regulamento? Por exemplo, na Copa do Mundo, que tal um novo regulamento em que na fase de mata mata o empate, em 0X0 ou 1X1, até o fim da prorrogação, fica a favor do time que ficou em primeiro na fase de grupos? Empates a partir de 2 gols ou mais decide-se nos pênaltis. Isto privilegiaria o time que mais marca gols, e o time que ficar em segundo na fase de grupo precisa marcar pelo menos 2 gols para garantir a disputa de pênaltis.

Qual a sua opinião sobre usar o regulamento a favor ou alterar este regulamento?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *