Bolsonaro presidente, como fica a Lei Rouanet?

Bolsonaro-pablo-vittar-lei-rouanet-futerock

Por Charley Gima/FuteRock

Passada a eleição temos uma grande dúvida: Bolsonaro presidente Como fica a Lei Rouanet ?

Uma das causas que o futuro presidente do Brasil prometeu estudar e combater é o uso indiscriminado das isenções fiscais concedido a grandes produtoras e artistas que fazem uso da Lei Rouanet, principal lei que foi criado com o intuito de fomentar a cultura.

O Ministério da Cultura tem o valor de 1,43 bilhão de reais em 2018 destinado à projetos culturais contemplados pela Lei Rouanet. Esta lei, na sua essência é favorável à novos artistas, que podemos através da lei ganhar um impulso em suas carreiras. Infelizmente as aprovações para grandes eventos e shows internacionais estavam tirando destes novos artistas a possibilidade de ter seus shows e eventos apoiados pela Lei Rouanet.

Maiores-captadores-lei-rouanet

Em 2017 a maior beneficiária da Lei Rouanet foi a empresa Time For Fun, ou T4F, como é conhecida, que foi neste ano, a empresa responsável pelo show do ex Pink Floyd Roger Waters.

Bolsonaro, em campanha para a presidente do Brasil, acusou artistas famosos de usarem sua fama em prol de seu adversário para ter facilidades na obtenção do financiamento de projetos com o dinheiro público. O novo presidente disse que não acabará com a Lei Rouanet, terá apenas maior rigor na distribuição do dinheiro, favorecendo os novos artistas.

“Incentivos à cultura permanecerão, mas para artistas talentosos, que estão iniciando suas carreiras e não possuem estrutura. O que acabará são os milhões do dinheiro público financiando ‘famosos’ sob falso argumento de incentivo cultural, mas que só compram apoio! Isso terá fim!”, afirmou Jair Bolsonaro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *